A gente vai se ver na Globo, não pera!
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 O que é RPG? Como jogar? Outras dúvidas.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mayu Amakura

avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 19/07/2013
Idade : 25
Localização : São Paulo/SP

MensagemAssunto: O que é RPG? Como jogar? Outras dúvidas.   Qua Set 25, 2013 2:22 am

Role-playing game, também conhecido como RPG (em português: "jogo de interpretação de personagens"), é um tipo de jogo em que os jogadores assumem os papéis de personagens e criam narrativas colaborativamente. O progresso de um jogo se dá de acordo com um sistema de regras predeterminado, dentro das quais os jogadores podem improvisar livremente. As escolhas dos jogadores determinam a direção que o jogo irá tomar. Os RPGs são tipicamente mais colaborativos e sociais do que competitivos. Um jogo típico une os seus participantes em um único time que se aventura como um grupo. Um RPG raramente tem ganhadores ou perdedores. Isso o torna fundamentalmente diferente de outros jogos de tabuleiro, jogos de cartas, esportes, ou qualquer outro tipo de jogo. Como romances ou filmes, RPGs agradam porque eles alimentam a imaginação, sem no entanto limitar o comportamento do jogador a um enredo específico.

No teatro, os atores decoram seu script - conjunto de ações, gestos, falas... - e interpretam personagens de ficção, seguindo o enredo pré-definido pelo autor. Em um jogo, as pessoas tomam decisões limitadas pelas regras, para ultrapassar desafios, ser melhor do que seus adversários e vencer o jogo. Quando se une o que há de melhor nesses dois universos, temos o RPG.

Uma partida de RPG consiste, basicamente, em um grupo de pessoas, onde uma delas assumirá o papel de "narrador" - algumas pessoas ainda usam o termo "mestre" - e os demais, serão os jogadores. Para enriquecer a partida, adicione livros de algum sistema de sua preferência, pois sem regras o narrador não irá convencer os jogadores dos rumos tomados pela história.

Antes da partida, o narrador deverá orientar os jogadores - sempre seguindo as regras do sistema escolhido - para preencher a ficha do personagem. Nela encontramos informações essenciais como por exemplo, força, resistência, inteligência, detalhes sobre a personalidade, perícias, entre outros. Todos os jogadores já possuem seus personagens...? Então é hora do narrador contar uma introdução sobre a aventura, para conscientizar os jogadores sobre o que aconteceu até alí, e finalmente dar à eles, um objetivo básico que irá desencadear o início da aventura.

Os acontecimentos vão sendo narrados, os jogadores seguem imaginando tudo o que acontece. E quando um personagem precisa tomar uma atitude...? O jogador em questão diz ao narrador o que pretende fazer, é analisado se esta atitude é viável - baseado na ficha do personagem - e em seguida, são jogados dados. Dependendo do valor obtido, o ato é realizado com sucesso ou não.

Os dados são peças fundamentais em um RPG, e eles não se limitam nos dados de 6 lados tradicionais. Existe uma variedade, alguns mais raros e usados apenas por determinados sistemas, e podem ser chamados pela letra "D" seguida pela quantidade de lados. Assim, teremos para o dado de 8 lados, o nome D8 assim como para o dado de 12 lados, o nome D12.

Para não limitar a quantidade de personagens ao número de jogadores, é comum haver muitos personagens controlados pelo narrador. São conhecidos como NPC - sigla de Non-Player Character. Eles servem para enriquecer a história, dando informações úteis aos personagens ou para atrapalhar a vida deles, servindo de adversários.

Cada sessão de RPG é uma experiência única. É impossível o narrador ter controle total da história, pois nunca se sabe o que os jogadores irão decidir diante das adversidades criadas no decorrer do caminho. Após certos eventos, o narrador irá distribuir pontos de experiência para os personagens - baseado nas regras do sistema - permitindo que eles evoluam seus atributos, tornando a partida ainda mais interessante.

Os jogos de RPG possuem uma grande variedade de modelos. Na verdade, os RPGs são jogos tão abrangentes que muitas vezes é difícil definir até que ponto certas variantes poderiam ou não ser classificadas em um mesmo grupo. No entanto, o básico do RPG é um jogo de interpretação de personagem aonde existe um desenvolvimento tanto do personagem como da história. Com esse conceito básico já definido, podemos então descrever as suas variantes, que de tão distintas poderiam ser classificadas como "tipos" de RPGs. Alguns estão mais ligados à origem do jogo, outros surgiram com o crescimento dos jogos de videogame e da internet. Veja a seguir as várias formas deste jogo:

RPG de Mesa (tradicional)

O RPG com livros, dados, lápis e papel. O primeiro RPG foi Dungeons & Dragons em 1974 nos Estados Unidos. No Brasil o jogo chegou em meados de 1991, chegando a nós através da fabricante de brinquedos Grow, que vendia uma caixa com fichário, manual de instruções, dados multifacetados e tabuleiro. Esse é provavelmente o estilo de RPG mais conhecido pelo público. Existe hoje uma grande variedade de jogos publicados, e até mesmo revistas especializadas. Apesar do grande volume de lançamentos, o RPG ainda é um passatempo relativamente desconhecido e com um público restrito. Por isso, hoje você encontra os livros com as regras principalmente em grandes livrarias (como a Saraiva MegaStore, Nobel, Moonshadows Livraria, etc.) e os dados multifacetados em lojas especializadas no ramo (como a Moonshadows Livraria, Metrópolis Quadrinhos, etc.).

Aventura Solo

Nesse tipo de jogo é apresentada uma aventura em uma livro ou site, na qual o jogador segue um roteiro diante das possibilidades oferecidas. Em geral, é uma versão simplificada do RPG tradicional. Em muitas aventuras solo você constrói um personagem assim como faria em um jogo comum. A diferença é que não existe uma interação com outros jogadores, por isso, os resultados de suas ações são descritos no próprio livro (ou site). O livro prossegue como uma história comum, até o momento aonde ele permite uma escolha ao personagem -como virar a direita ou a esquerda-. Ao fazer sua opção, o jogador é indicado a pular as páginas até uma página específica, aonde estarão descritos os acontecimentos posteriores. É uma narração não-linear, porém de fácil aprendizado.

Live Action

Ao invés de rolar dados numa mesa, cada jogador realmente interpreta um personagem como um ator. O estilo lembra muito uma peça teatral, embora não exista um roteiro a se seguir, o jogador improvisa as falas e interpreta as cenas durante todo o jogo. Além disso, é muito comum os jogadores se vestirem a caráter, com roupas medievais ou num estilo mais gótico (dependendo do cenário do jogo) de forma a criar um ambiente de maior realismo, assim como no teatro. Mesmo com tanta liberdade para os textos e ações, ainda há um Narrador, que atua como um diretor, que organiza e aplica as regras do jogo, para o bom desenrolar da história.

RPG Online

Com o crescimento da comunidade RPGista na internet, muitas formas de jogo foram apresentadas aos jogadores, mas nenhuma simula tão bem o jogo tradicional como o RPG Online. Nessa forma de jogo, os jogadores se encontram na net através de programas de Mensagens Instantâneas (Como ICQ/MSN/IRC) e usam um software que apresenta as fichas, dados entre outros recursos para simular o jogo. De forma geral, os sistemas de regras usados são os mesmos do RPG tradicional, só a forma de se reunir os amigos é que muda. O software mais utilizado é o RRPG
Pbem (Play by E-Mail)

Jogos por E-Mail. Nesse estilo de jogo é criado um grupo no qual todos os participantes inscritos recebam as mensagens com a história do jogo. O Narrador manda a situação em que os personagens se encontram baseado em suas decisões, então os jogadores mandam as respostas dizendo o que seus personagens fazem diante dos desafios propostos. Ao receber essas mensagens o narrador analisa cada resposta, então pensa no que acontecerá e manda uma nova mensagem para os jogadores. E esse ciclo se repete indefinidamente. A melhor maneira de realizar um jogo desses é criando uma lista no MSN groups ou Yahoo Groups.

PbF (Play by Fórum) – O NOSSO RPG

Mais um estilo de jogo pela internet. Em Jogos por Fóruns, os jogadores se inscrevem num fórum e o jogo rola no mesmo esquema do PBeM, o Narrador posta a ação e os jogadores postam as reações. Esse tipo de jogo é um pouco mais lento, porém produz textos mais elaborados, criando ao fim uma grande história que já estará registrada e disponível para todos; sendo esta a principal diferença do PBeM. Existem outros tipos de PBeM, como de Jornada nas Estrelas.
Hoje existe a variação PbO - Play by Orkut, para RPGs criados e jogados pelo Orkut.

MMORPG (Mais Conhecido)

Massively Multiplayer Online Role Playing Game é um termo em inglês para RPG online para múltiplos jogadores. É um mundo virtual no qual você pode interagir com milhares de jogadores em tempo real, esse estilo de jogo vem ganhando cada vez mais adeptos no mundo todo, e no Brasil é uma das atrações mais procuradas em lan houses. Cada jogador acessa um servidor onde encontra muitas outras pessoas, com quem podem se comunicar, fazer trocas, negociações; tudo isso a fim de conseguir as melhores espadas, escudos, elmos, etc. Todo esse equipamento é procurado para que os personagens possam enfrentar monstros de todo tipo, ficando assim mais fortes. O mais antigo MMORPG é o Tibia, existente desde 1995, contudo no Brasil outros MMORPG vem conquistando muitos fãs, como Ragnarok, que foi um dos mais populares a usar o estilo manga, o coreano Grand Chase Chaos, o britânico RuneScape, o famoso World of Warcraft e o atual Guild Wars 2.

RPG Eletrônico

Esses são os jogos de videogame, grandes títulos fizeram uma legião de fãs nos últimos anos, tais como Final Fantasy, The Elder Scrolls, Fallout, entre tantos outros. Esses jogos possuem algumas características em comum que fazem deles RPGs: interação com outros personagens na história. Além disso são típicos jogos de fantasia medieval onde os personagens ficam mais fortes ao derrotar os inimigos. Recentemente alguns jogos em cenários modernos vêm sendo classificados como jogos com elementos de RPG, tal como os famoso GTA, por terem um enredo e uma representação de um personagem. Também são jogos que você pode crescer e melhorar seu personagem nos jogos. E é também uma mistura de eras medievais com monstros, magias e armas místicas dos personagens. O RPG basicamente possui personagens tais como mago, guerreiro e arqueiro, hoje em dia há outras classes como Paladin, Gladiador, Bárbaro, Necromancer, Sacerdote e Caçadores.


SOBRE NOSSO RPG


O chamado PbF (Play by Forum) já mostrou ser uma ótima maneira de jogar o nosso amado RPG e ao mesmo momento interagir com pessoas que estão longe. A mecânica é quase que a mesma, a única coisa que muda é que você "escreve" as suas ações, falas e pensamentos.

Há um narrador, há jogadores, há fichas e em alguns fóruns, há dados. Então ao que parece, não é um monstro de sete cabeças.

Os fóruns funcionam em sua maioria com divisões pré-estabelecidas e que ajudam os aventureiros a se ambientarem nesta nova maneira de jogar RPG. Vou citar algumas das divisões mais importantes aqui.
Categorias: São elas que definem em que área vocês estão, e o que podem fazer nela. Tem categorias que possuem "fóruns", e eles tem assuntos definidos. Uma categoria "Inicio" por exemplo, pode conter fóruns como "Regras e Avisos", "Apresente-se", "Parcerias" e etc.
Fóruns: São eles que possuem os tão importantes "tópicos", aonde toda a magia acontece. Um "Fórum" pode conter vários "fóruns", e cada um geralmente contém uma descrição sobre o que ele trata. Como no exemplo anterior, um fórum da categoria "Inicio" chamado "Regras e Avisos" que contém em sua descrição: "Regras e Avisos de nosso site."
Tópicos: Estes sim são "as mesas" do RPG. Existem duas modalidades de jogar RPG por fórum (que serão explicadas mais adiante), e ambas utilizam dos tópicos. Na verdade, 80% do jogo depende deles. Os tópicos são aonde o narrador disponibiliza as informações do jogo que será narrado, quantos pontos poderão ser distribuídos ou não e qual o nível da aventura (dependendo do fórum). E em um outro tópico, após todos os pré-requisitos terem sido preenchidos, a aventura começa.

Os RPGs por fórum acontecem em sua maioria nos tópicos. As vezes, em alguns caso, o narrador pode mandar uma MP (Mensagem Pessoal) para um dos jogadores, ou para todos eles, falando sobre coisas que só os seus personagens conseguiram ver, sentir, observar e entre outros.

Sobre as modalidades de jogo por fórum.

Existem duas modalidades de RPG por fórum. Certos fóruns permitem apenas uma das duas, outros mais encorpados, preparados e liberais permitem as duas. Vamos lista-las e explicá-las.
Modo Aventura: Este é o modo tradicional dos RPGs por fórum. O narrador cria um tópico de Inscrições, especificando todos os requisitos de sua campanha e dando uma pequena introdução sobre o tema da aventura. Os jogadores se inscrevem e aguardam a aprovação de seus personagens. Após o termino da data de inscrição, ou acabando as vagas, o narrador abre um novo tópico chamado Campanha (e o nome de sua aventura ao lado do título), e lá ele faz a primeira narrativa e estipula quem começa. Tudo no RPG acontece ali e por MPs (Mensagens Pessoais).
Modo Campanha Free:  Este modo é um pouco mais incomum, porém traz grandes diversões para quem é adepto. Eu, por exemplo, sou jogador ativo deste modo desde 2005, e acredite se quiser, entrei neste modo participando de uma aventura que começou anos antes de minha adesão ao estilo, e meu personagem ainda existe até os dias de hoje. Neste modo não há narrador, e sim interpretação livre. Geralmente há um tópico com uma lista de personagens oficiais (caso o fórum possua uma temática, como o nosso) dizendo quais estão liberados para usar e quais já estão em uso. Além disso, a staff do fórum age como "Narradores" em certos momentos críticos, aonde o bom senso e o raciocínio se ausentam dos jogadores. Neste modo o jogo acontece em vários tópicos, e cada tópico é uma cidade, reino, país, plano de existência diferente e adentrar e interagir com quem está lá fica à sua escolha.

Ambos os modos são fáceis de jogar, e com certeza sua rede de amigos também aumentará com isso. Você conhecerá pessoas de vários lugares, que curtem o mesmo tema da aventura que está sendo narrada e tão logo poderá jogar com elas mais vezes. Incrível, não ?

"Mas… Escrevendo ? Não dá confusão ?"

Que nada. Os fóruns tem ferramentas perfeitas para organizar suas postagens, deixando tudo bem explicado. A organização da sua postagem com seu personagem vai depender de você, tanto a separação de ação, fala e pensamento como a narrativa em primeira ou terceira pessoa.

Exemplo (que uso nas minhas interpretações):


Citação :
Quando vi, a garrafa já estava vazia. Suspirei entediada, porém alguém estava atrás de mim. Peguei minha adaga calmamente em meu bolso e parei a centímetros de uma veia do pescoço do individuo. Olhei o rosto da pessoa e fechei os olhos, retirando o instrumento de perto do rapaz.
- Ora Jules! Quer morrer? - Guardei a adaga e levantei-me rapidamente, porém Julian era rápido também e ficou frente a frente. Por um segundo meu coração acelerou, não estava acostumada com a aproximação. Era um tanto... Estranho.
- Eu bebo quando quiser, já não sou criança... - Pensei e olhei em seus olhos. Julian me puxou para mais perto dele e então tive a certeza que não estava imaginando coisas. Nossa respiração estava uma perto da outra, meus lábios a centímetros dos dele. E a inabalável Emma Carstairs estava corada, nada a deixava tão sentimental, mas Julian tinha isso que me deixava de pernas bambas. Eu o empurrei para longe de mim, e virei o rosto. Não queria que ele me visse corada.


Vejam como eu separei a minha interpretação: Utilizei texto corrido minhas ações (pode-se utilizar o asterisco (**)) e pensamentos e também utilizei a cor para falas. Meu pensamento foi sinalizado com itálico, podo ser optados por aspas ("") e ou cor diferentes.  Eu utilizei um travessão para separar a fala da ação. Se você perceber estou citando os fatos em primeira pessoa, modo com que me sinto mais confortável para escrever, mas isso é opcional de cada jogador.

Viu só como é fácil ? Interpretação em terceira pessoa pode-se ser representada no modo Campanha Free/Duelos/Missões/Etc, aonde cada um é narrador de si mesmo. No modo Aventura você pode preferir utilizar a primeira pessoa, já que estará envolvido na cena e nos fatos, interpretando-os com o filtro dos seus sentimentos e pensamentos.

Creio que boa parte das dúvidas sobre jogar RPG por fórum foram esclarecidas né ? Mas caso ainda reste alguma dúvida, deixe um comentário nesta postagem e eu vou ter o prazer de responder as suas questões. E mais… Para quem quiser começar a experimentar essa nova modalidade de RPG pode vir jogar com a gente no nosso fórum.


Fontes:
Wikipédia
http://tormentadavez.wordpress.com/2012/05/07/pbf-jogando-rpg-por-foruns/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://vampirediariesworld.forumeiros.com/
 
O que é RPG? Como jogar? Outras dúvidas.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Como jogar seu jogo sem RTP
» Tutorial de como instalar Counter Strike 1.6
» Tutorial - Aprenda a Jogar
» MUKIRANA: Aprenda Como Arrematar Um Produto Top
» Jogar dados pqsim

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Vampire Diaries World :: RPG :: Início :: Regras e Informações-
Ir para: